quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Amor subentendido


A chuva bate à minha janela como flechas de malignos cupidos perfuram meu coração.

Elas batem incansavelmente e vão embora deixando rastros como os pingos da chuva deixam ao cair da janela formando lágrimas que rolam dos olhos da minha alma.

Ah meus Deus! Será que a natureza também sente a minha dor?

Amor é uma coisa complexa, diria que para uns não merece nem o título de sentimento, eu o compararia à trens que levam e trazem passageiros diferenciados a cada certo momento da vida.

Bem, sem saber ao exato à que horas o meu irá passar, fico assim vagando na estação como montes de poeira que se aglomeram e com o sopro do vento vagam sem saber a sua próxima parada.

É, vejo que a chuva que me motivou a escrever tal elegia já cessou, assim como a minha dor que incansavelmente ousa retornar aos campos de batalha do meu coração para travar e sempre na esperança de vencer mais uma batalha contra a alegria de sorrir.

E assim, sei que outros trens de desilusões passarão nesta estação chamada vida, mesmo da espera de mudanças, cultivo a idéia de que assim o será, sempre.



Uadi

5 comentários:

Uadi disse...

este poema tem td uma história, ele foi escrito numa noite realmente chuvosa, cada elemento foi crucial para me inspirar, modestia parte ao terminá-lo e em seguida lê-lo, percebi que o dom poético já havia brotado por completo em mim, e durante todo este tempo tenho vindo só a aperfeiçoar este dom, é um dos meus preferidos e sem dúvida minha auto biografia ^^

cuca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
_tHaTááá disse...

Você escreve muito bem mesmo.
Como sempre, expresso direitinho as coisas, e fez bom uso das figuras de linguagem, é um dom!
aproveite-o e use-o muito bem! Vai o ser útil. ^^

" Amor é uma coisa complexa, diria que para uns não merece nem o título de sentimento, eu o compararia à trens que levam e trazem passageiros diferenciados a cada certo momento da vida. "

Eu acredito que o amor não vive passando... isso se chamam paixões... coisas que parecem muito com amor (já me enganei, as conheço) é muito complexo mesmo, por que não são verdadeiras, por isso que dói tanto quando se vão... bate aquela desilusão... é normal! somos humanos!
Todos passamos por isso... nem por isso morremos... Acho que a frase '' se morre por amor '' com alguns prós e contras.. eu prefiro falar que " Se vive por amor " vivemos nossas vidas, mas sempre pensando numa próxima que irá chegar, para ficar tudo completo.
Você é jovem. Não precisa se prender a tal grandioso sentimento ainda. Ganhe experiência, aprenda o certo o errado, para com cada pessoa, tudo isso será uma preparação para o grande dia chegar.
As mentiras que não são legais, os sentimentos falsos pior ainda, se para ver uma pessoa feliz preciso de fazer isso, então receio que ela terá que sofrer um pouco, nada que o tempo não cure, nada que pessoas novas não sanem...
Largue de olhas os outros... se isso ou aquilo, se você não tem o que quer... é por que uma surpresa ganhará no tempo da vida... que para nós é uma eternidade, a mania de sempre querer agora, sempre querer esse, é a gana de ser feliz que talvez retarde isso. Não sou contra querer a felicidade... mas você só pode fazer outra feliz se você se conhecer o suficiente, não precisa mudar por ninguém, não precisa se desabituar por ninguém... precisa-se crescer, e talvez perceber que aquilo aos dois não faz bem.. se conversa e entra-se em acordo, assim tem que ser!
Precisamos estar maduros... para perceber quando ou não é o AMOR.
Que para uns são todos. Mas para poucos são apenas alguns.

Enfiiim... Como tudo isso é muito chato, e não quero fica dando uma de desentendida. Respeitarei o seu tempo. Não farei extravagância... um pouco distância, há de te ajudar.
Isso não é um Adeus, mas um leve afastamente disso aqui. Aqui você expõe sentimentos, e acidentalmente eu mechi com os seus. Um outro dia, talvez eu apareça.

Carpe Diem.

_tHaTááá disse...

Eu mandei um comentário aiii apareceu ''cuca'' aii mandei outro logando no blog, tu apaga esse, aff... q coiisa!! ;~

Silvia /('.')\ disse...

eu também me inspiro mais em dias chuvosos, rsrsrs :) ficamos mais introspectivos, não?
a estação da foto se parece com a estação de uma cidadezinha perto da minha. se chama "tiradentes" conhece? MG.
de qualquer forma, o que escreveu é muito belo. bom domingo.